o filme dos sonhos

Que Christopher Nolan brinca de fazer filme bom não é nenhuma novidade. Só para ter uma ideia, ele dirigiu Amnesia, a trilogia do Batman (Begins, O Cavaleiro das Trevas e O Cavaleiro das Trevas Ressurge), Interestelar, O Grande Truque, e A Origem.


Resumidamente, A Origem (título original: Inception) se passa em um universo hipotético, onde é possível entrar na mente de outras pessoas e, sendo assim, nos sonhos (e mudá-los!). Cobb (Leonardo DiCaprio) é um dos melhores "ladrões" de informações do inconsciente das pessoas. Ele também é marcado pela saudade dos filhos, já que não pode voltar para os EUA por causa da morte da esposa.

Ao receber uma proposta que o permitiria voltar aos Estados Unidos, não pensa duas vezes em aceitar. Ele se junta com uma equipe formada por Arthur (Joseph Gordon-Levitt), a arquiteta de sonhos (ela vai criando e mudando as coisas no inconsciente) Ariadne (Ellen Page) e Eames (Tom Hardy)O problema é que para isso ele teria não que roubar uma informação, mas sim plantá-la. 


Assisti a esse filme há um tempo, e não entendi muita coisa do que se passava. É exigida maturidade e muita atenção o tempo todo. Mas não se preocupe com isso. O longa consegue, sem esforços (visíveis, pelo menos), roubar a atenção do telespectador e deixá-lo curioso e vidrado nos próximos passos a serem dados.

Ele é uma mistura de ação, aventura, romance, e com um toque de comédia. Em que todos os detalhes são pensados, sem haverem excessos ou faltas.

O filme conta com uma atuação sensacional do nosso (ainda) sem-Oscars DiCaprio, que a cada dia se mostra mais competente no que faz. Estou torcendo por ele esse ano!


Um detalhe interessante é a personagem de Ellen Page. Ela chega no grupo como uma completa inexperiente, mas que se encaixava no papel que eles queriam. A partir desse momento, ela representa o telespectador. Todas as novas informações dadas, também são desconhecidas para nós. 

Por esses e outros motivos, A Origem deve ser assistido, re-assistido e recordado por todos. É uma obra prima (praticamente sem erros) de Nolan e do cinema. Se você ainda não o assistiu, faça-o logo e comente aqui o que achou!

A Origem - ☆☆☆☆☆

Nenhum comentário:

Postar um comentário